OS 5 “CS” DO CONDOMÍNIO E COMO LIDAR COM ELES | Imóveis, apartamentos, casas a venda em Curitiba 
Bosso Imóveis
Bosso Imóveis

11/12/2015 | por admin

OS 5 “CS” DO CONDOMÍNIO E COMO LIDAR COM ELES

Compartilhe

Viver em condomínio fechado é uma comodidade que vem se popularizando cada vez mais, isso porque as pessoas sentem-se mais seguras vivendo nesse tipo de ambiente. No entanto, nem tudo são flores: onde vivem muitos moradores compartilhando o mesmo espaço, é natural que ocorra divergência de opiniões e, consequentemente, problemas de convivência.

Os principais e mais comuns problemas para quem vive em condomínio são conhecidos como os cinco “Cs”: cano, criança, cachorro, carro e calote. Tratar de tais problemas pode ser uma tarefa bastante estressante, especialmente para o síndico do condomínio. Embora exista a Lei 4.591/64, que determina normas para o relacionamento dentro do condomínio, e ainda mais 27 artigos implantados pelo Código Civil a fim de definir direitos e deveres dos condôminos, às vezes ainda é uma dificuldade chegar a um consenso e sanar os problemas, por isso, aqui seguem algumas dicas para te ajudar na hora que o conflito surgir:

Quando trata-se do encanamento, o problema pode ser dividido: quando ocorre na ramificação geral do prédio, o problema deve ser sanado pela administração do condomínio, já dentro do imóvel, o problema é do condômino. Em ambos os casos o ideal é reparar o quanto antes, a fim de que uma parte não acabe prejudicando a outra, o que gera conflitos.

Para resolver problemas com crianças, a dica é eleger um síndico mirim no condomínio, de modo a dar voz para as opiniões e reivindicações delas, além de ter alguém apropriado que ficará responsável por fiscalizá-las.

Problemas com cachorros são bem comuns, e a melhor forma de evitá-los é deixar bem claro no regulamento interno o que é permitido em relação ao pet e o que não é, como, por exemplo, em quais espaços do condomínio ele pode transitar ou em quais situações deve ser feito o uso da focinheira.

Em relação aos carros, é preciso definir no regulamento qual é a velocidade máxima autorizada dentro do condomínio, além de oferecer boas vagas na garagem, com tamanhos que comportem desde o carro compacto até caminhonetes e SUV’s, que têm se tornado cada vez mais populares aqui no Brasil e, portanto, provavelmente marcarão presença no condomínio.

Por fim, tem a questão do calote. Antigamente, antes de entrar em vigor o novo Código Civil, a multa para inadimplentes com as taxas de condomínio era de até 20%, no entanto, após a mudança, a multa caiu para apenas 2%, o que aumentou o número de inadimplentes. Para lidar com essa situação, a única ação que resta é protestar as contas atrasadas, assim, se o condômino não quiser ter o nome sujo, terá que pagar.

Com essas dicas fica mais fácil de apaziguar situações-problema e manter a boa convivência, além disso, é preciso sempre manter a calma e buscar resolver as coisas da maneira mais racional. E caso você já esteja cansado do seu condomínio e você deseje buscar um novo lar, venha para a Bosso, só nós podemos te oferecer os melhores imóveis de Curitiba!

Fonte: Exame

Por admin

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

FAÇA SEU COMENTÁRIO